SIMULAÇÃO REALÍSTICA

Um olhar transdisciplinar

simulação3.jpg

O  PROJETO     

    Em 2014, o BAK Artes Performativas iniciou suas atividades no Campo da Simulação quando foi convidado a fazer parte de um treinamento que remontava o cenário de uma situação de crise: uma catástrofe numa plataforma de petróleo. O instituto de Psicologia responsável pelo treinamento entendeu que, remontando este cenário com a atuação de atores profissionais, a atividade conferiria maior verossimilhança e, assim, o treinamento dos funcionários – que visava analisar habilidades técnicas e comportamentais como o exercício da comunicação da notícia difícil, a empatia, a sensibilidade e habilidade no relacionamento interpessoal e o gerenciamento de conflitos – seria mais efetivo.

    Em 2016, com a criação da Escola de Artes Celso Lisboa, é inaugurado em parceria com o BAK, o laboratório de Simulação Realística, que é uma pesquisa na área de inovação pedagógica onde situações são criadas em formato de cenas e são apresentadas em sala de aula a partir dos temas abordados nos cursos de graduação, com o objetivo de promover reflexões e debates entre os alunos diante de situações de crise e dilemas vivenciados no mercado de trabalho, construindo junto com os professores, maneiras de transmitir os conteúdos de modo empático e sensorial.
     

    A metodologia do Teatro do Oprimido, desenvolvida por Augusto Boal, é uma das referências deste trabalho onde entendemos que o corpo do ator é um instrumento que se confronta com o Outro, que se transforma a partir do encontro com o Outro. Nesta metodologia, visa-se tornar o espectador (inicialmente passivo) um sujeito atuante, capaz de interferir ativamente e transformar a realidade que o cerca. Essa transformação em sujeito ativo, atuante, se daria – segundo Boal – através da conscientização que, por sua vez, leva à liberdade de ação, ou seja, à autonomia​.

    O projeto de Simulação Realística, além de atender pedagogicamente Instituições de Ensino, contempla diversas áreas, tais como: 

- RH | treinamento, recrutamento e seleção; projetos de qualidade de vida;

- Situações de risco e emergência; 

- Prevenção de acidentes;

- Reflexão de conflitos internos;

- Ambientes hospitalares;

- Ações, Eventos e Campanhas internas;

- Workshops e Oficinas | treinamento e desenvolvimento para funcionários; desinibição; oratória.

     Além do laboratório de Simulação Realística, em atividade desde 2016, a Companhia já realizou, nos anos 2014 e 2017, Simulações de Emergência na antiga empresa petrolífera norueguesa Statoil (hoje Equinor). Em 2019 foi realizada uma intervenção cênica de recrutamento e seleção para a empresa Di Santinni.

O que fazemos?

Entre em contato

Enviado!